Comportamento

Um exemplo de honestidade

7 2436

Daniel Manoel da SilvaVou parar de ficar impressionado com as recentes notícias sobre SC, é muita coisa acontecendo por lá. Dediquei praticamente o blog nesses últimos dias com informações da região afetada pelas chuvas. Após o triste episódio do furto das doações, uma notícia boa, um exemplo de honestidade. Agradeço a Raquel Martins pela contribuição, grande amiga. Gostaria de aproveitar essa notícia e comentar um pouco sobre nosso comportamento com o próximo, sempre me interessei sobre o assunto, afinal, é muita podridão acontecendo ao mesmo tempo ao redor do mundo.

Ficaram sabendo? Resumindo: Uma menina de 5 anos brincava com uma jaqueta de couro -doado para uma família bem humilde- quando encontrou escondido numa das mangas um valor de R$ 20.000,00. A menina é neta de Daniel Manoel da Silva (agricultor de 58 anos) que resolveu devolver o dinheiro ao doador (de SC mesmo) e ainda doou a jaqueta para outra família necessitada afirmando que era muito fina para o estilo da família. Como recompensa ganhou R$ 1.000,00 e a contratação de sua filha de 17 anos numa agencia de modelos, que havia perdido seu book no meio do lamaçal. Leia aqui na integra.

Apenas uma observação, como esse valor foi esquecido na manga da jaqueta? Como foi parar lá? Dessa nunca vamos descobrir o motivo.

Honestidade

Gosto de citar o dicionário, pois sempre retornam referências de outras definições. Conforme o dicionário Aulete Digital, honestidade é:

(ho.nes.ti.da.de)

sf.
1 Qualidade do que é honesto. [ Antôn.: desonestidade.]
2 Honradez, dignidade, probidade.
3 Decência, pureza, castidade.

[F.: honest(o) + -idade.]

Honestidade extrema daqueles que sofrem e desonestidade brutal daqueles que ajudam! Que mix estranho esse hein?! Da pra explicar? É uma inversão de valores tão estranha… AS vezes é um assunto polêmico, como a velha história: se você achasse uma nota de 100 reais em cima da pia do banheiro do aeroporto, o que faria com ela? Hã? Saiba que muitas vezes analisamos atos alheios e deixamos de considerar em primeiro lugar nosso caráter, desde atos mais simples até os furos de proporção nacional, como este (já comentei o que achei sobre isso).

É raro hoje em dia atos honestos como esse do Sr. Daniel Manoel da Silva. Pense: O que é “raro” não é inexistente, honestidade ainda é possível! Conseguiremos propagar essa idéia?

Contribuição da notícia: Raquel Martins – Londrina/PR

Sobre o autor / 

Daniel Accorsi

Analista Web/Sistemas formado em 2004 pela Universidade UniFil em Londrina/PR, MBA em Marketing Digital e Gestão de Projetos Web, blogueiro, desenvolvedor Kinect e fotografia como hobby. Me encontre no Twitter - @DanielAccorsi

Comentários

Arquivo

Receba por e-mail

Você receberá pro e-mail as novas publicações do Alvo Conhecimento. Poderá cancelar a qualquer momento.