Comportamento

O Blogueiro xerox!

4 36

Xerox nãoSó de ler o título acredito que tenha entendido a mensagem, certo? Eu não previa escrever sobre isso. Os meus posts surgem na cachola e deixo-os cozinhando, seja no Word[bb] ou na própria idéia. Dessa vez resolvi fazer uma pequena exceção (a não ser do Word 😉 ) e postar algo quase de imediato. Esse veio de mais uma indignação. Estou pensando em criar mais uma série de posts: “Coisas indignáveis!”

Visito todos os dias minha lista de feeds e leio cada uma das novidades, às vezes comento alguma coisa (preciso comentar e participar mais). É obvio que cada leitor assina sobre aquilo que lhe interessa. Todos nós temos nossos gostos particulares e gostos em comum, isso é fato. Enfim, isso forma a teia, a blogosfera… Mas e quando assinamos blogs que muitas vezes trazem o mesmo tópico em seus posts? Muito normal, principalmente quando é gerado um “Extra!”, ou alguma novidade tecnológica.

Nesse vai-e-vem de feeds me deparei com uma cópia idêntica! Sabemos de quem é o post original, e que esse post original foi realmente escrito pelo autor do blog. O que fazer? Mandar um comentário ao “xeroquento[bb] mal cheiroso”? Enviar um contato: “aháá, desmascarei você!”? Não! Não compensa, resolvi não arrumar confusão, apenas orientar. Infelizmente a blogosfera é prostituída através desse tipo de ação. (já falei sobre a prostituição por parte de alguns “desenvolvedores”). É verdade! Foi achada uma cópia de post. Eu não acredito que alguém seja capaz disso, pensando bem, acredito sim, tem gente pra tudo nesse mundo… Por isso que não cresce! É o fim da picada.

Desculpem minha indignação assim, dessa forma! Eu poderia ter dito 1001 coisas aqui, mas não convém. Citá-los, pior ainda. Falar mal, não faz parte de minha índole. O que posso fazer é isso, me expressar e solicitar aos colegas blogueiros que repreendam esse tipo de atitude. Fazemos parte de um contexto original e sincero, falamos daquilo que realmente temos certeza, somos confiáveis! Não somos?

É natural na evolução de qualquer meio: as pragas nascem junto. Com o crescimento da blogosfera não é diferente, essa nova era de informação. Só precisamos “dar um jeito nisso” (dizer “podar” é muito forte, não é mesmo? Use como você quiser).

Eu quero fazer minha parte, ajudando e principalmente orientando, afinal, estamos falando da blogosfera.

Sobre o autor / 

Daniel Accorsi

Analista Web/Sistemas formado em 2004 pela Universidade UniFil em Londrina/PR, MBA em Marketing Digital e Gestão de Projetos Web, blogueiro, desenvolvedor Kinect e fotografia como hobby. Me encontre no Twitter - @DanielAccorsi

Comentários

Arquivo

Receba por e-mail

Você receberá pro e-mail as novas publicações do Alvo Conhecimento. Poderá cancelar a qualquer momento.