Comportamento, Curiosidade

Irregularidades no Trânsito

2 1190

Há anos o trânsito em Londrina vem sendo comprometido pela própria estrutura da cidade: ruas estreitas, sem manutenção, semáforos fora de sincronia, crescimento desordenado etc. Estamos, a cada ano que passa, com semáforos localizados em cada esquina nas grandes avenidas. Em intervalos de 100 metros encontramos semáforos dessincronizados, afetando o fluxo do trânsito. Isso tem se tornado um pesadelo no horário de pico, ou seja, entre 18:00 e 19:00. Na maioria, são os próprios motoristas os causadores deste trânsito desordenado e caótico. Basta 10 minutos parado em uma esquina qualquer no centro da cidade para comprovar este fato. Encontramos pessoas parando em fila dupla, motos “costurando” os carros, carros estacionando em faixa amarela e em faixa de pedestres, gente ignorando as sinalizações, desrespeito aos pedestres, alta velocidade, carros e motos subindo e estacionando em calçadas, parando em cruzamentos (impedindo a passagem), ignorando o sinal amarelo (também o vermelho, principalmente) e assim vai, a cada dia vemos uma imprudência diferente, é muita “criatividade”.

Tenho como opinião que uma das infrações mais graves é aquela que desrespeita o pedestre. Todos nós somos pedestres, mesmo aqueles que possuem um carro a sua disposição, correto? Infelizmente cada cidadão acabou se acostumando com os delitos causados no trânsito. Um exemplo de infração muito comum sujeita a multa: você está com seu carro parado no semáforo, o sinal está para abrir; enquanto ainda passam alguns pedestres na faixa, você, impaciente, começa a acelerar e ameaça sair. Imaginou a cena? Isso é completamente intimador e desagradável para o pedestre. Não é aplicado multa para esses casos! Infelizmente.

Ainda no desrespeito ao pedestre, encontramos aqueles que ignoram completamente as faixas. Estacionar nessas faixas hoje em dia é comum, mesmo que sejam por 5 minutos a espera de alguém. É justamente sobre isso que vemos nas fotos abaixo, em um lugar extremamente movimentado, onde até mesmo os ônibus cometem este tipo de infração.

Por fim, reduzir a velocidade e parar na faixa quando avistamos um pedestre, é humanamente impossível em nosso trânsito. Digo isso levando em consideração a velocidade dos veículos, ou seja, pensar em parar é ter certeza em levar uma “chapuletada” na traseira. Por outro lado, mesmo em velocidade considerada saudável, a educação dos motoristas é o fator mais crítico: não há olhos para as faixas.

Vejam as fotos que tirei:

no images were found

Sobre os pontos críticos, veja (entrevista recente):

Sobre o autor / 

Daniel Accorsi

Analista Web/Sistemas formado em 2004 pela Universidade UniFil em Londrina/PR, MBA em Marketing Digital e Gestão de Projetos Web, blogueiro, desenvolvedor Kinect e fotografia como hobby. Me encontre no Twitter - @DanielAccorsi

Comentários

Arquivo

Receba por e-mail

Você receberá pro e-mail as novas publicações do Alvo Conhecimento. Poderá cancelar a qualquer momento.