Tecnologia para Humanos 3
Comportamento, Inovação

Como inovar? Tecnologia para humanos [Parte 3] Os princípios

0 29

Leia a primeira e a segunda parte:
Como inovar? Tecnologia para humanos! [Parte 1] Introdução
Como inovar? Tecnologia para humanos! [Parte 2] Origem

Inovação de hoje

Existe um conceito de muita importância a ser estudado no processo de inovação. Já ouviu falar em computação ubíqua? Pois bem, é baseada em tecnologia invisível. Este termo conceitual tem o poder de resolver todos os problemas mencionados nos tópicos anteriores (parte 1 e parte 2). O objetivo é tornar imperceptível a interação entre o homem e a tecnologia. O que isso quer dizer? Significa que não conseguiremos avançar a não ser que todo o processo de inovação envolva a tecnologia de forma transparente, ou seja, o usuário não poderá perceber que por traz existe uma ampla e complexa estrutura computacional, por exemplo. A tecnologia está ao nosso favor, devemos apenas responder da forma como o usuário espera.

Os princípios

Existem cinco princípios básicos envolvendo a intuição humana, e que deverão ser consideradas nas plataformas do futuro: primeiro é o nosso próprio corpo (nossa posição natural para fazer as coisas), segundo são nossos movimentos voluntários (podem ser considerados como “comandos a executar”), terceiro nossa voz, quarto o movimento de nossa íris, e por fim, o quinto e mais complexo: nossa intenção, que no final acaba envolvendo algoritmos de inteligência artificial. Não estou dizendo que todos os sistemas inovadores deverão atender a risca a estes princípios, mas todos os processos deverão estar focados nestas questões, sugerindo então uma tecnologia mais humanizada.

Conhecimento como requisito

InovaçãoComo já foi dito, o processo é baseado no comportamento e na intuição (não na tecnologia), com isso entramos num patamar diferente para nossos projetos, ou seja, estamos sendo obrigados a inserir o conhecimento de profissionais de áreas diferentes como requisito. Espero que você esteja compreendo, pois se trabalhamos num projeto na área da saúde, por exemplo, com certeza teremos outros profissionais envolvidos diretamente agregando conhecimento, como médicos, auxiliares, enfermeiros, psicólogos, entre outros, que poderão (ou não) estar ligados ao uso do sistema. Sempre levando em consideração duas coisas: tornar a tecnologia invisível e entender o comportamento humano. Enquanto tudo isso acontece, e dependendo do projeto, outras equipes poderão trabalhar paralelamente com infraestrutura. Estes também possuem o dever de permanecer neste mesmo nível dentro do processo. O alinhamento de todas as equipes se faz necessário, tudo com base no conhecimento comportamental, que já está relatado no projeto descritivo.

Conclusão

Pretendo comentar com mais detalhes sobre este assunto, principalmente relacionado à captação de informação dos profissionais que deverão estar envolvidos no projeto, estes que agregarão conhecimento baseado no comportamento. Condensei todo o conceito para conseguir trazer a idéia de forma prática, mas com certeza estarei “desfragmentando” os assuntos que fazem destaque nestes posts. Enfim, o fato é que as empresas precisam mudar a forma de planejar um produto quando relacionado a uma inovação. Tenho mencionado inúmeras vezes questões de comportamento, pois atualmente trabalhar estes conceitos em projetos de tecnologia é muito bem valorizado, afinal, quem irá interagir com estes projetos? Foi por esse motivo que acabei trazendo o título “tecnologia para humanos”.

Chegamos ao fim desta série de três posts, e como já disse, tentarei detalhar de forma consistente cada uma dos conceitos mencionados aqui. Deixe seus comentários e sugestões.

Sobre o autor / 

Daniel Accorsi

Analista Web/Sistemas formado em 2004 pela Universidade UniFil em Londrina/PR, MBA em Marketing Digital e Gestão de Projetos Web, blogueiro, desenvolvedor Kinect e fotografia como hobby. Me encontre no Twitter - @DanielAccorsi

Comentários

Arquivo

Receba por e-mail

Você receberá pro e-mail as novas publicações do Alvo Conhecimento. Poderá cancelar a qualquer momento.