Dicas de Leitura
Leitura

Recomendações de leitura #2

0 37

Sexta! Dia de leitura. Hoje recomendo algumas biografias. Vamos falar da vida de Albert Einstein, Steve Jobs e o vitorioso, exemplar Bernardinho. Confira.

Transformando suor em ouro

 Steve Jobs: A Biografia

Albert Einstein – Biografia
Como centenas de milhares de adolescentes na década de 1980, cresci apaixonado pelo vôlei. Quando íamos para a rua montar a rede e “repetir” a atuação dos nossos ídolos, não me lembro de alguém que dissesse: “Eu sou o Bernardinho.” Quase todos queriam representar o papel dos titulares e não do levantador reserva. Bernardinho não tinha vaga na seleção da minha rua. Poucos poderiam imaginar que ali, no banco de reservas da seleção, atento a tudo, estivesse sendo gerado o maior técnico da história do voleibol brasileiro e um dos maiores símbolos de liderança do Brasil. O obscuro jogador reserva da geração de 1980 tornou-se um craque do esporte no nosso país ? o grande astro do jogo coletivo. Bernardinho é o divisor de águas num país que precisa aprender a importância da cooperação, da solidariedade e do trabalho em equipe. Diga que seus jogadores são baixos e Bernardinho os fará saltar mais alto. Diga que são fracos no bloqueio e ele irá torná-los os melhores do mundo. A essência dessa transformação é a crença numa equação simples que nada tem de matemática: TRABALHO + TALENTO = SUCESSO. Não por acaso o TRABALHO vem antes do TALENTO. Para Bernardinho, a ordem desses fatores altera o produto. Apoiado no seu próprio exemplo como jogador, ele aposta no esforço e na perseverança, na disciplina e na obstinação. Quando vai a empresas dar suas palestras, a razão dos aplausos freqüentes é uma só: as lições do Bernardinho se aplicam a qualquer setor da atividade humana. Ele se tornou aos poucos o símbolo da liderança moderna. Democrático, franco, aberto, mas seguro no momento de decidir. Há muitas frases ditas pelo Bernardinho que merecem ser guardadas para nossa reflexão. Certamente neste livro você irá encontrar várias delas. Algumas simples, outras complexas, mas todas com um conteúdo que resume, em pequenas doses de sabedoria, o segredo de tanto sucesso. O antigo jogador reserva que não tinha vaga na seleção da minha rua é atualmente um dos brasileiros mais cobiçados pelas grandes empresas do país.

A vida do empresário Steve Jobs agora é escancarada para os aficionados por sua personalidade polêmica. O homem que fez história e lançou a semente da inovação ao mundo, tem sua vida revelada em 632 páginas, pelo jornalista Walter Isaacson.

O livro é fruto de uma coletânea de mais de 40 entrevistas feitas com o empresário por 2 anos consecutivos. Conta sobre a vida de um homem que alavancou a indústria da informática, o cinema de animação, a música, a telefonia celular e a edição digital.

De conteúdo totalmente aberto e sem censuras por parte do protagonista, Jobs falou com toda a franqueza para o autor, que o reproduziu na íntegra. “Fiz muitas coisas que não acho louváveis, como ter engravidado minha namorada aos 23 anos de idade e a maneira como encaminhei a questão”, disse ele. “Mas não tenho nenhum segredo a esconder”.

Não, Albert Einstein (1879-1955), alemão de nascimento que se tornou suíço e depois americano, não participou da construção da bomba atômica, mas de fato escreveu a Roosevelt, então presidente dos Estados Unidos, a fim de convencê-lo a fazer frente às pesquisas nazistas quanto aos avanços que levariam à bomba nuclear. Ele não obteve o prêmio Nobel de física por sua teoria da relatividade, mas por sua audaciosa hipótese sobre a natureza corpuscular da luz. Foi um pai amoroso que adorava os filhos, mas jamais revelou o terrível segredo que pesava sobre a filha, Lieserl. Apesar de sionista engajado, declinou, em 1952, a presidência do Estado de Israel. Na velhice, décadas depois de seus livros terem sido queimados na Alemanha nazista e de ter sido perseguido pela Gestapo, ele foi considerado “inimigo da América” pelo senador McCarthy. Homem extraordinário, profundamente pacifista, humano e politizado, que nunca hesitou em mostrar a língua para certezas estabelecidas, Einstein, em sua estelar e comovente trajetória na Terra, reinventou a concepção humana sobre o universo.

Sobre o autor / 

Daniel Accorsi

Analista Web/Sistemas formado em 2004 pela Universidade UniFil em Londrina/PR, MBA em Marketing Digital e Gestão de Projetos Web, blogueiro, desenvolvedor Kinect e fotografia como hobby. Me encontre no Twitter - @DanielAccorsi

Comentários

Arquivo

Receba por e-mail

Você receberá pro e-mail as novas publicações do Alvo Conhecimento. Poderá cancelar a qualquer momento.