Computação Ubíqua
Comportamento, Inovação, Tecnologia

O que é Computação Ubíqua?

0 628

Na tradução para o inglês: Ubiquitous computing. Também conhecido internacionalmente como pervasive computing, calm technology, things that think e everyware.

Para iniciar, confira esse simples vídeo da Faculdade Santa Maria, em lançamento do seminário sobre Computação Ubíqua.

Mesmo sendo um vídeo de 2008, quis apenas demonstrar que você conhece sobre o assunto, e até mesmo já interagiu com estas tecnologias, porém inconscientemente… Não sabia de sua forma “ubíqua”.

O termo ubíquo, segundo o dicionário: “que está ao mesmo tempo em toda a parte, onipresente”, em nosso contexto: “computação ubíqua é a capacidade de estar conectado à rede e fazer uso da conexão a todo o momento” (ref.).

Para ter sucesso a um sistema computacional ubíquo, precisamos de uma série de requisitos essenciais. O processo de planejamento envolve diretamente conceitos comportamentais do ser humano. Sendo estas, suas manias, culturas regionais, idiomas, sotaques, movimentos involuntários entre outras questões que transformam o meio sem afetar o comportamento. Para isso, chamamos de tecnologia invisível.

HalCom a tecnologia invisível, temos o poder de oferecer recursos tecnológicos em nosso ambiente de convívio sem afetar o comportamento natural das pessoas. Isso quer dizer que podemos gerar interação entre homem e tecnologia de forma natural. O homem não deve mais aprender a usar um sistema ou um dispositivo, pelo contrário, este recurso deve responder da forma como interagirmos naturalmente com as coisas.

Hoje em dia, não consigo falar em inovação sem usufruir destes conceitos ubíquos. Levando em consideração que Inovação é o melhoramento de um processo através de novas tecnologias sem aumento significativo de recursos, e favorecendo resultados melhores quanto, posso dizer que este planejamento não se torna completo se não inserirmos o comportamento ao projeto.

Existem dois principais dispositivos disponíveis no mercado para atender a estas interfaces naturais, como o Microsoft Kinect for Windows e Asus Xtion. Podemos levar em consideração também o Leap Motion, veja sobre este terceiro aqui e aqui. Particularmente, considero o Kinect da Microsoft com mais suporte -oficial- para desenvolvimento de produtos inovadores, principalmente pelo fato que sua nova versão (for Windows) possui avanços bem significativos (veja aqui um exemplo de uma aplicação criada utilizando a versão for Xbox).

Você que se interessou até agora e deseja saber mais sobre Inovação e tecnologia invisível, leia a série de três posts que escrevi sobre o assunto:

Como inovar? Tecnologia para humanos! [Parte 1]
Como inovar? Tecnologia para humanos! [Parte 2] Origem
Como inovar? Tecnologia para humanos! [Parte 3] Os princípios

Recursos:
http://pt.wikipedia.org/wiki/Computa%C3%A7%C3%A3o_ub%C3%ADqua
http://en.wikipedia.org/wiki/Ubiquitous_computing

Sobre o autor / 

Daniel Accorsi

Analista Web/Sistemas formado em 2004 pela Universidade UniFil em Londrina/PR, MBA em Marketing Digital e Gestão de Projetos Web, blogueiro, desenvolvedor Kinect e fotografia como hobby. Me encontre no Twitter - @DanielAccorsi

Deixe uma resposta

Comentários

Arquivo

Receba por e-mail

Você receberá pro e-mail as novas publicações do Alvo Conhecimento. Poderá cancelar a qualquer momento.